Bolsonaro diz que coronavírus está indo embora


O  presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse neste domingo (12), durante uma live com religiosos, que o novo coronavírus parece estar indo embora do país, posição bem diferente do que dizem os especialistas, que esperam ainda um pico na doença nas próximas semanas.
A live contou com a participação de líderes religiosos apoiadores do governo, como o pastor Silas Malafaia e o deputado Marco Feliciano. A mediação foi feita por Iris Abravanel, esposa do empresário e apresentador Silvio Santos, do SBT.
 "Parece que está começando a ir embora essa questão do vírus, mas está chegando e batendo forte a questão do desemprego", afirmou o presidente em uma videoconferência com líderes religiosas em comemoração à Páscoa.
Segundo informações da Folha de S.Paulo, em uma fala de dez minutos, o presidente repetiu o que vem fazendo desde o chegada do vírus no país: equiparar a pandemia com o desemprego. Só no último sábado (11), a doença registrou 99 mortes no Brasil. No total, 1.223 óbitos já foram registrados pelo novo coronavírus, segundo dados do Ministério da Saúde.
Bolsonaro defende que sejam isolados apenas aqueles que integram os grupos de risco, como idosos, diabéticos ou hipertensos. A recomendação da OMS e do ministério, contudo, é de que haja um distanciamento social amplo para evitar o colapso do sistema público de saúde.

O Informante