São Miguel das Matas - Prefeito Zé Renato esclarece a população a respeito dos estragos causados pela chuva



O prefeito de São Miguel das Matas, Zé Renato ( PP) utilizou suas redes sociais neste domingo (12) para esclarecer a população a respeito dos estragos causados pela chuva na madrugada deste sábado, na localidade do abrigo, próximo a estação. Zé Renato criticou também a produção de um vídeo feito por um vereador da cidade, que segundo ele, busca culpar o poder público executivo, mas se esquece de cumprir o papel de legislar e ajudar também. Ele ressaltou que infelizmente este é um antigo problema, mas que no entanto em outros momentos  já procurou resolver e ajudar a maioria das pessoas.

Ainda segundo o gestor, é triste ver que neste momento difícil que passa todos os países, diante a pandemia do corona virus, ainda existem pessoas que procuram fazer explorações politicas da sua imagem inclusive pelas redes sociais, e que não é justo que se faça isto, nem com as pessoas e nem com a gestão.


"Todos os moradores da estação sabem que todas as vezes que chove tem esse problema, como de outras vezes em que eu mesmo fui lá e resolvi o problema da maioria das pessoas.     
 É importante dizer que eu não tenho culpa se a chuva veio e a terra para a casa das pessoas, nós temos cuidado com as pessoas [.....].  É importante que se diga a população de São Miguel que não aceite exploração politica, eu não aceito", declarou e enfatizou que sempre procurou ajudar naquela localidade, inclusive no ano passado que teve situações piores, e fez ações preventivas ali, pois nunca foi omisso, e pediu para que lhe procurem, destacando que sempre fez e vai continuar fazendo.

" Fico muito triste com isto, quando as pessoas falam e criticam e não fazem!. Oh senhor vereador, faça lá Câmara, veja como a Câmara pode ajudar, é possível também, ou o senhor não conhece as leis? ".


De acordo com informações do site local Criativa Online, este é um problema recorrente em São Miguel das Matas, não existindo na Câmara de Vereadores um Projeto que Regulamente as construções, além da ausência de um local digno para construção de suas residências.


“Para além das cobranças político-partidárias, não existem Conselho do Meio Ambiente, constituído legalmente por meio da aprovação da Lei que disciplina o uso do solo, também conhecida como, Código do Meio Ambiente, que dentre outras questões, também preconiza a garantia do direito que deve ser de estado e não de governo”.





                                                   


                                                   



(Imagens: CriativaOnline)
(Video: Redes Sociais)

OinformanteBa