UBAITABA - Prefeita Suka afirma que é fakenews informações sobre proibição para entrada de moradores de Aurelino Leal




A prefeita de Ubaitaba, Suka (PSB) utilizou suas redes sociais para prestar esclarecimento a população do município e da cidade vizinha Aurelino Leal, após terem sido disseminadas fakenews. 


A gestora da cidade de Aurelino Leal, Liu Andrade ( PP ) havia gravado um áudio afirmando que um morador da sua cidade tinha sido barrado pela prefeita Suka, numa barreira sanitária, e por isso estava triste, pois sempre teve as duas cidades como irmãs. 

Suka por sua vez gravou um áudio esclarecendo a todos, de que esteve nesta sexta- feira acompanhando a equipe da barreira sanitária instalada no município, pedindo a conscientização de todos por conta do feriado, afim de assim evitar maiores circulações, evitando desta forma aglomerações mediante o cenário da pandemia do covid-19. Ela afirmou que jamais impediu nenhum morador da outra cidade de ter acesso a Ubaitaba.

"Todos nós gestores da Bahia e do Brasil estamos vivendo um momento difícil, tentando diminuir o alastramento desta praga, e cada um está cuidado da sua cidade da melhor maneira possível, porque infelizmente não temos dinheiro para comprar mascaras e tudo que se é necessário neste momento. Meus amigos, não estamos aqui fazendo politicagem, nem brigando com ninguém, estamos apenas tentando cuidar da vida do nosso povo, e respeito a todos que com muita dureza, muita decisão, e muita coragem vai pra rua defender, concordo e aprovo. O que não se pode dizer em hipótese alguma é que nós, ou que a gestora de Ubaitaba proibiu o acesso de ninguém, estamos apenas pedindo como ontem eu fui na rádio e pedi a todos, já que hoje é feriado e fizemos um acordo com o comércio, e por isso parabenizo nossos empresários, por essa parceria, onde todos estão fazendo a sua parte. Então hoje nós pedimos a todos que tivessem consciência e que evitassem maiores circulações, não tirando o direito de ninguém de ir ou de vir, mas apenas pedindo que tivessem consciência diante o dever de estarmos defendendo a nossa população", declarou e ressaltou que em nenhum momento proibiu a ninguém de ir e vir, mas apenas foi decidido pelos munícipes que hoje não entraria ninguém, e mesmo sentindo muito, pediu ao filhos da terra, aos que estivessem fora, que ficassem e continuassem onde estavam, inclusive os seus, pois é necessário que neste momento estar afastados para que o mais rápido possível estejamos juntos. 














OinformanteBa